Dicas Saudáveis

Alimentação Saudável na Infância

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NA INFÂNCIA
A educação alimentar deve começar ainda, quando bebês e crianças, como forma de
prevenção de doenças, pois a indisciplina pode resultar em obesidade, hipertensão e muitos
problemas de saúde no futuro. Não é necessário proibir as guloseimas, mas é possível educar
com bons exemplos. Aliás o exemplo dos pais é fundamental para aquisição de bons hábitos
alimentares da criança. A dica é planejar as refeições e montar um cardápio equilibrado e atrativo
para todos os dias da semana. Fazer combinações com os pequenos também é importante,
nunca negociando com sobremesas ou outros prêmios. Salgadinhos e guloseimas vão saciar o
desejo da criança, mas não são suas necessidades nutricionais reais.
Algumas dicas de alimentação para a saúde das crianças:
1. Até os 6 primeiros meses de vida, o leite materno deve ser o único alimento da criança, já que
é completo em nutrientes e imunidade para o bebê; porém, após esse período, o organismo vai
precisar de alimentos complementares como frutas, legumes e verduras, carnes, cereais, pois
somos onívoros, ou seja, comemos de tudo;
2. Quando a criança rejeita uma preparação/refeição, não ofereça nada em troca, pois ela
percebe e sempre negará para ganhar algo de que gosta mais. Não desista, ofereça novamente
depois de alguns minutos. Ela não passará fome, mas pode esperar até a próxima refeição, para
3. Abuse da criatividade e cores na hora de preparar os pratos. Para a criança, a aparência do
prato é tão atrativa quanto o sabor. Faça os legumes com omeletes ou suflês, coloque molho
branco sem gordura ou faça bolinhos assados. Conte sempre alguma história relacionada com o
prato. Crianças adoram descobrir e é sempre bom dizer o benefício de cada alimento, do jeito dos
4. As proteínas são ingredientes de peso na alimentação infantil, pois colaboram com o
desenvolvimento dos músculos, pele, cabelo e ossos. Podem ser encontradas em carnes, leite,
iogurte, queijos claros, leguminosas como o feijão, lentilha e a soja;
5. Não ofereça refrigerante para seu filho (a), se ele não tiver contato e hábito não sentirá
falta. Lembrem que, vocês pais, são os que fazem as escolhas. A criança deve aceitar e você
estimular. O refrigerante tem muito gás (dilada o estômago), possui 20g de açúcar em cada 200
ml, corantes químicos e muito fósforo que reduz a absorção do cálcio;
6. Evitem produtos industrializados prontos para o consumo, como: nissin miojo, refrigerante,
toddynho, sucrilhos, pizza pronta, nuggets, bife hambúrguer, pão queijo, bolacha recheada,
salgadinho de pacote. Eles possuem alto teor de sódio, açúcar, gordura trans e gordura saturada
que não são bons nutrientes e atrapalham o organismo de todos, e afetam ainda mais a saúde
7. De duas a três opções de escolha de refeição para seu filho (a), escolha todas saudáveis é
claro, mas quem está decidindo é a criança, isso lhe dá a impressão de poder, mas na verdade
8. Seja um bom exemplo! As crianças tendem a repetir o comportamento dos pais, inclusive na
fala, postura e alimentação. Se a criança observa os pais se alimentando de forma equilibrada,
não fará ‘cara feia’ quando alimentos como legumes e verduras forem oferecidos;
9. Não dê sobremesa como recompensa. É importante que a criança entenda que doces podem
fazer parte de uma dieta equilibrada e que há momentos certos para comê-los. Não torne isso
uma rotina ou uma forma de acalmá-los;
10. Tenha sempre em casa uma fruteira recheada, mas com opções picadas e descascadas
quando necessário sempre na geladeira. Ofereça com iogurte, picadinha com cereal ou aveia,
sucos, com couve, também são ótimas opções! Dificilmente a criança pedirá frutas por vontade
própria, mas isso pode tornar-se um hábito, caso as tenha sempre à sua disposição e sendo
11. Dê preferência aos alimentos fonte de gorduras boas, ômega-3 e ômega-6, presentes em
óleos de origem vegetal, principalmente, azeite de oliva, nozes e castanhas.
12. Sucos ótimos para evitar e combater anemia:
Suco 1: limão (1 unidade), couve (2 folhas) e maracujá (1 xícara suco concentrado) + 1 litro de
Suco 2: laranja (400 ml de suco), agrião (2 xícaras de chá) e maçã (1 unidade) + 500 ml de água
Alimentos anti-anemia: sempre consumidos com muita frequência, dois por dia, no mínimo…
beterraba, fígado, lentilha, feijão, espinafre, couve. E sempre acompanhados de suco cítrico
(bergamota, laranja, limão, carambola, morango) ou goiaba de sobremesa, pois aumentam a
13. Faça carinhas em sanduíche, usando os ovos cozidos fatiados para ser os olhos, tomate
partido ao meio e fatiado, sem semente para ser o sorriso, use alface fatiado para ser o cabelo.
Faça escondidinhos com moranga ou aipim ou batata; carreteiros coloridos; faça um vulcão com
arroz usando ½ xícara e depois fazendo um buraco no meio com feijão dentro e ‘árvores’ de
14. Façam as refeições e todos os lanches possíveis em família. O contato, o visual e a interação
são muito importantes para formar o hábito. Leve a criança para dentro da cozinha, para auxiliar
em pequenas tarefas, como misturar, picar alguma fruta, deste modo, ela se sente incluída na
alimentação e não apenas uma obrigação na mesa.
‘ Ensinar a importância da comida saudável ao seu filho e assegurar-se de que ele adquira hábitos
alimentares adequados que perdurem para toda a vida é uma das melhores heranças que pode ser
transmitida. ’
Nutricionista Paula Woltmann
CRN 2 10406